sábado, 10 de julho de 2010

Ensaio sobre a maternidade (por: Ana Gouvêa)

Achei esse texto no blog da Ana Gouvêa e adorei o texto, aliás recomendo os blogs dela, são ótimos! Pedi permissão a ela para postar o texto aqui no blog e ela liberou, então segue:
O Blog dela:   http://botaodofodase.blogspot.com/2010/05/ensaio-sobre-maternidade.html


Ensaio sobre a maternidade

A maternidade me ensinou muitas coisas, sabe. A primeira foi a diferença entre regurgitar, golfar e arrotar molhado. Depois disso fica fácil separar o refluxo do bucho cheio. Aliás, "gorfada" de filho não dá nojo, desde que o filho seja teu. Aprendi também que "levar uma mijada" nem sempre é ruim. Chato mesmo é lavar o lençol e as roupas, mas isso nem faz cócegas. Ah, bem lembrado: tico de bebê tem que ficar pra baixo, anota aí! Com as aulas de auto-ordenha aprendi a valorizar cada ml de leite materno. E derrubar uma mamadeira com quase 50ml de leite me fez entender que não adianta chorar sobre o leite derramado, teu peito vai continuar doendo. Depois de correr atrás de um paninho pra esconder o peito, aprendi que é muita falta de educação visitar uma pessoa sem avisar antes, principalmente se ela amamenta. Aprendi a valorizar qualquer minuto de sono, aprendi que malhar braço foi uma boa escolha, que lavar o cabelo não é urgente, que almoço não tem hora e que o telefone pode tocar à vontade. Nada disso é mais importante que aquela carinha linda que dorme ao meu lado, fingindo que tá mamando só pra ficar grudado em mim. E eu finjo que acredito nisso só pra ficar grudada nele.
Por: Ana Gouvêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opnião? Comenta vai!