quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Os Vínculos

A convite do blog Mulher e mãe, para uma blogagem coletiva sobre vínculo, comecei a pensar e a pensar onde teria surgido o nosso vínculo de mãe e filha... como se dá esse vínculo? que é o vínculo?




Então pensei e pensei (estou pensando desde ontem) e agora tomando meu chazinho aqui com Elena já dormindo, lembrei da hora, do dia, do momento que eu me deparei com a Elena na minha frente e pensei, ela é de verdade, é real, está aqui a minha tão sonhada bebê! Isso aconteceu na maternidade, mas não foi quando ela nasceu, nem nos primeiros choros, nem no primeiro mama... foi depois, 2 dias depois dela ter nascido. Foi pouco antes de irmos embora da maternidade, ali que começou o nosso vínculo, vínculo esse que só foi se tornando cada vez mais forte. Nessa hora que descrevo aí, o Roger colocava as malas no carro e eu disse: "vou dar um mama para ela aqui, que está bem calmo, para que ela não tenha fome logo, pois vamos chegar e a casa estará cheia de parentes querendo ver e pegar, então ela não ficará com fome logo!". E assim foi. Sentei-me na cadeirinha da maternidade, posicionei a Elena, comecei a amamentá-la e ficamos sozinhas no quarto, e, enquanto eu a amamentava, ela abriu seus olhinhos e me olhou tão profundamente, tão dentro dos meus olhos, e então, puft, caiu a ficha que ela era um bebê de verdade. Era a MINHA filha. Ela era minha filha... eu que estava a alimentando, e ela dependia de mim, como naquele momento eu já dependia dela, e ela mamando e me olhando fixamente e quando Roger chega no quarto eu estava aos prantos, chorando e rindo ao mesmo tempo. Ele me olha e pergunta: "o que foi?", e eu respondo: "ela é de verdade, é nossa filha, ela está aqui, foi tão esperada e está aqui" (para quem não acompanha desde sempre o blog ou minha vida, eu perdi um bebê antes da Elena, tive muito medo de perde-la também)....
Nessa hora iniciou o nosso vínculo, que só cresceu e cresceu, cada vez cresce mais. Ela mamou no peito até o dia que fez 1 ano, depois nunca mais pediu o peito, mas, eu acreito que o amamentar cria o primeiro vínculo entre mãe e filho. Depois, conforme vão crescendo, a gente vai formando outros vínculos e logo não se amamenta mais, mas os vínculos continuam. A Elena mama na mamadeira agora, e as vezes eu me pergunto, "por que eu não a ensino a segurar sua mamadeira?!". Acredito que simplesmente por que eu não quero me desfazer dessa "horinha" só nossa!




*na foto o momento em que eu amamentava e chorava, o Roger chegou e tirou uma foto, olha só a cara de choro!

Beijos

13 comentários:

  1. Fiquei com os olhos bemmmmmm úmidos de ler teu post...eu que de longe acompanhei "bem de perto" essa gravidez, essas emoções....imagino o quannntoo legal deve ter sido essa primeira amamentação. Amiga...tu é uma mãe excelentee...super preocupada e dedicada....tenha certeza...os vínculos que a Elena tem ctigo agora são para SEMPRE!!!!Beijokaaaass

    ResponderExcluir
  2. Oi Joci, que lindo ler sobre esse vinculo. E essa cara de choro na foto garanto que é de emoção né? Que mãe e filha sejam sempre unidas e abençoadas nessa relação mágica.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu poderia escrever um livro nesse comentário... adoro o tempo e me emociono tbm. Não sou mamãe, mas sou filha e todos nós entedemos o que é o vínculo entre pais e filhos, não é mesmo? No meu caso, filha adotiva, aprendi (com minha mãe, pq ela tbm aprendeu) um novo tipo de vínculo - aquele amor que cresce fora da gente e entra na gente aos poucos tbm, muito parecido com o que vc descreveu. Parabéns pela linda Elena, cada vez mais cremosinha... Parabéns pela linda família. Beijaooo!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo!É muita emoção p/um tema e um dia só...e só li 4 até agora,hein?Saúde p/vcs,bjão na Elena!!!!Sou a @rogeriathompson do TT.

    ResponderExcluir
  5. Ai que lindo!! Vc contou como se eu estivesse la, vi um filme!!!!

    Parabens, vc eh uma pessoa sensivel e linda.

    Beijos e fiquem com Deus

    Barbrinha e Bebejinho

    ResponderExcluir
  6. Ai, que lindo!!! Fiquei emocionada!!!
    Tudo de bom para vc e sua princesa!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo texto Joci! Realmente a amamentação é um dos primeiros vínculos que formamos com os filhotes... Acho na verdade que criamos vínculos a todo momento, quando ensinamos coisas novas a eles, e até quando assistimos as descobertas e aprendizados diários. Como o que vc está vivenciando agora, com a mamadeira. São vínculos eternos, que só se fortalecem.

    ResponderExcluir
  8. Muito linda a tua Elena! É esse momento em caia a ficha é mesmo assustador e lindo. E não pense porque foi com o primeiro filho, comigo aconteceu com todos (tenho 5!), cada um à sua maneira.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Que lindo! Eu também acho que a amamentação é o melhor dos nossos presentes quando nos tornamos mãe....
    TÔ seguindo seu blog

    ResponderExcluir
  10. Amiga, mãe, mulher, vc é maravilhosa e merece essa menina preciosa que a Elena é...
    Amo vcs três, disso vc sabe mais que tudo, foi uma das maiores felicidades da minha vida, qdo fikei sabendo que vcs voltariam a morar pertinho de mim, morri de tristeza sem vcs... foi bem difícil... mas agora que eu posos acompanhar o crescimento da baixinha ao seu lado... eu digo... não tem preçoq ue pague o olhar que vcs duas trocam, cheio de luz, brilho, amor, eu vejo este vínculo diariamente, a cumplicidade, a confiança, é mágico... sabe squ eme u sonho tbm é ser mãe... e por isso digo... VC MERECE TUDO ISSO E MUITO MAIS...
    AMO TE

    ResponderExcluir
  11. Amamentar é muito emocionante, né ? Aff ...

    Ó, adorei sua visita lá no blog.

    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Que lindo!!!
    Este é meu único pesar: não consegui amamentar!!!
    Não por não ter tentado, mas pq eles nasceram doentes...

    Amei seu post e sua Elena é uma bonequinha!!!

    bjs,

    Cláudia

    ResponderExcluir
  13. joci, teu post me emocionou tanto que não pude conter as lágrimas.
    as crianças são mágicas, e as vezes esquecemos que elas são 'de verdade'. cada vez que me dou conta disso fico mais maravilhada com a nossa habilidade de fazer mais gente. um dia serei eu! hueheuheuhe
    =******

    ResponderExcluir

Qual a sua opnião? Comenta vai!