quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

saudade de mim, desabafo.

Ando cansada, não gosto de reclamar, mas isso não é um "reclame" é uma constatação!
Cansada de limpar, recolher brinquedos, lavar, cozinhar, dar banho, escovar dentes, pedir por educação.
Saudade de ter tempo para brincar, cantar, passear, pintar, desenhar, cozinhar junto, deitar no sofá e dormir junto, fazer muitas cócegas, tudo junto da minha filhota mais velha.
Cecília ta uma fofa, ela é querida demais, mas tem me sugado toda a atenção quase o dia todo, quando dorme, tenho uma imensa lista de tarefas domésticas acumuladas, tenho uma enorme lista de necessidades de Elena para suprir...
E na tentativa de fazer tudo isso, fazer dar tudo certo, acabo ficando louca, neurótica irritadiça, explosiva, cansada, esgotada..... e pouca coisa dá certo...
Elena começa a perceber a falta do espaço dela, a irmã começa a "entrar' e muitas vezes, "demolir" a brincadeira dela... e isso causa um pouco mais de transtorno, gritos, empurrões, choros...uma mãe, que tentava, enquanto as crianças brincam, fazer alguma tarefa da casa, louca e se escabelando, implorando por um minuto de sossego...
Uma mãe que quase chora, implorando um tempo para ela mesma, sem aquele medo de acordar as crianças, sem ser escondido, sem ser fugidinho, um tempo para passar aquele esmalte na unha...
Essa semana a coisa ta de lascar, uma semana que tentei pedir todos os dias, 1h que fosse, só minha e da irmã mais velha, porém, não fui ainda, atendida, 1h por dia, que eu pudesse dar aquela geral, correndo mesmo, na casa, sem as crianças por perto. To começando a bolar um esquema (que não vai dar certo, porém seria um sonho) de 1 dia na semana, eu ser o homem da casa... ir para uma outra peça da casa, trabalhar com minhas fotografias, horta, ou qualquer outra coisa, e não precisar pensar em que comida fazer, se o chão está sujo, que roupas as crianças vão usar, se já comeram, ou o que vão comer, se precisa lavar roupa ou fazer compras, muito menos se já é hora do banho ou de dormir...

Encerro dizendo que, essa semana, estou com muita saudade de mim mesma, visto que, normalmente eu sou uma pessoa leve, bem humorada e de bem com a vida... nem eu mesma estou me suportando, e não é TPM...

Sorte que lembro que, passei por essa fase de esgotamento quando Elena era do mesmo tamanho da Cecília... e passou... estou esperando ansiosamente essa fase passar...

Mas dói meu coração de ver como minha filhota maior esta carentona, implorando por mais atenção...

"Espero que vc possa entender isso um dia, minha filha, minhas filhas.... eu AMO vocês mais que tudo, e por isso mamãe está se escabelando assim...."

(e ainda tem gente que acha que mãe que fica em casa, não passa de dondoca)

assumir que estou sendo incompetente assim, me dói... é natural falhar, mas não é fácil admitir...

é isso, vou ali tomar um calmante e chorar acocada no cantinho, e já venho...